Poema: O estande

Quem nunca errou, que atire o primeiro ‘não gostei’ nesse post!

Errar é comum, ao longo da vida erraremos incontáveis vezes. Mas, nós humanos, temos a capacidade de raciocinar e também temos concepções sobre aquilo que é certo e errado. Eis nossa perdição.

Acho difícil não existir alguém que nunca se sentiu culpado após cometer um deslize, após dizer o que não deveria, ou após magoar alguém. Isso faz parte de nós, afinal, ninguém quer ser mau.

Alguns desses erros são cometidos de forma inconsciente, mas, a maioria, é exercida com uma noção do que está sendo feito. Podemos fazer escolhas, das quais diversas consequências refletirão, podem ser boas, ou ruins; certas ou erradas.

Esse é um poema reflexivo, sobre esse tema.


O estande

A vida é um estande
Você tem a arma
Os alvos estão à sua frente.
Essa arma está carregada
Com diferentes tipos de munição
Há a do tipo que fere,
Mas há a do tipo que traz alegria.
Por mais treinados que sejamos,
Nem sempre a pontaria é certeira
Às vezes, acabamos ferindo alguém.
Algumas dessas feridas
São passíveis de remediar;
Um ponto aqui, outro ali.
Errar não é bom,
Do contrário, não causaria dor
Se cabe a consolação, ao menos
Dessa forma, melhoramos a pontaria, que
Nada tem a ver com a visão
Está tudo na abstração na qual
A mente se compõe.
Até mesmo um cego seria capaz de ferir
Independe de capacidades físicas.
Eventos do tipo servem para isso,
Ou deveriam.
Porém, há vezes onde o tiro é fatal
Sem volta, morte certa.
Quem dera fosse possível
Trazer alguém de volta dos mortos!
Penosa é a dor
De uma vida ceifada
Regressar alguns segundos
Seria ótimo!
Entretanto, impossível…
Triste é a busca, em vão
De brincar de deus,
Promover a ressurreição.

A vida é um estande, mas não uma competição.
O tempo ajuda a melhorar
Noção tardia do erro
Faz-nos arrepender
Não se poderia saber
Da consequência.
Talvez pudesse,
Só que a racionalidade é brincalhona,
Gosta do jogo de esconder.
Se errar é humano
Quem pouco erra, menos humano será?
Sendo assim, gostaria de ser extraterrestre
Para não magoar ninguém!
O problema é que nasci humano e
Humano morrerei.
Aprender a lidar com os erros
Parece ser o que nos resta
Isso não é pessimismo,
Afinal, ninguém aprende o certo
Sem ter noção do errado.
A escolha é de cada um
Sobre o tipo de munição,
Para onde apontar
E pressionar o gatilho…
BANG!

Alan Martins


Não cometa mais um erro! Deixe um comentário dizendo o que achou do poema, sua opinião é muito importante, afinal, ele foi escrito para que o leitor possa apreciá-lo!

Obrigado pela leitura

o_estande_destaque
(Editado) Imagem original por Dennis Hoffman. Disponível em: http://www.peterson.af.mil/News/Photos/.

Curta a página do blog no Facebook 👍

Siga no Instagram 📸

Siga no Twitter 🕊

Gostou do poema? 🍂 Confira outros »»»AQUI«««

Gosta de livros?📚 Veja algumas dicas de leitura »»AQUI«««

Veja outras dicas  »»»AQUI«««

Confira algumas listas 👉 »»»AQUI«««


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Anúncios

Autor: Alan Martins

Graduando em Psicologia. Amante da Literatura, resenhista e poeta (quando bate a inspiração). Autor e criador do Blog Anatomia da Palavra. Não sou crítico literário, porém meu pensamento é extremamente crítico.

16 pensamentos

    1. 😂 Essa frase “errar é humano” é muito clichê, não concordo muito com ela não. Gostei também dessa frase, acho que foi uma boa ideia, e fico muito feliz em saber que você também curtiu! Porque seria bom não errar mais, mas não dá.
      Obrigado pelo comentário!
      Abraço! 😀

      Curtido por 1 pessoa

    1. Eu também não gosto de sentir culpa, é algo meio ruim para mim. Mas, se preocupar demais com isso também não é muito bom. Temos que buscar um equilíbrio, procurar errar menos, mas não achar que é o fim se um errinho ocorrer, afinal, estamos sempre passíveis a eles.
      Obrigado pela visita!
      Abraço. 😀

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s