Minhas Leituras #12: Joyland – Stephen King

Joyland é um livro muito bem escrito, um livro cheio de sentimentalismo, com momentos tristes e alegres. O parque é tão bem descrito que parece ser real, ter vida própria. Porém, o tema do livro não é o forte de King.

Anúncios

Minhas Leituras #11: Androides Sonham com Ovelhas Elétricas? – Philip K. Dick

O que nos torna humano? O que nos diferencia de outras coisas? Seria a empatia? Essa talvez seja a principal questão abordada por Philip Kindred Dick em Androides Sonham com Ovelhas Elétricas?. Livro que não é apenas uma simples ficção científica, das boas aliás, mas é um livro que aborda questões sobre o ser humano, com grande teor filosófico.

Minhas Leituras #10: Um Passo em Falso – Harlan Coben

Este é o quinto episódio da série policial criada pelo escritor estadunidense Harlan Coben, que é também o autor da série infanto-juvenil Mickey Bolitar, além de escrever diversos romances independentes, que não fazem parte de uma série. Seu livro mais vendido no mundo foi publicado no Brasil pela editora Arqueiro em 2009, com o título de Não Conte a Ninguém, e foi adaptado para o cinema pelo diretor francês Guillaume Canet em 2006.

Minhas Leituras #6: Cântico – Ayn Rand

Dessa vez escreverei sobre um livro que pode ser classificado como “incomum”. Trata-se do primeiro romance publicado de Ayn Rand, filósofa russa que se mudou para os Estados Unidos. É interessante discorrer um pouco sobre a história da autora, pois sua vida tem tudo a ver com suas obras. Nascida na Rússia em 1905, presenciou a revolução russa e toda a mudança causada na população, estilo de vida, economia e cultura.

Minhas Leituras #3: Batismo de Fogo – Andrzej Sapkowski

Sucesso estrondoso na Polônia, país de origem da saga, foi adaptada para o cinema polonês sob o título “Wiedźmin”, e também em uma série para TV com 13 episódios, levando o mesmo título. Os livros são muito conhecidos em boa parte da Europa, porém a criação de Sapkowski ganhou o mundo com a publicação da série de jogos “The Witcher”.