Com sangue, de Stephen King – Uma resenha

Em 2020 Stephen King apresentou seu novo livro, Com sangue. Confira minha resenha de mais uma obra do mestre do terror!

Capa do mais novo livro de Stephen King, Com Sangue

Stephen King dispensa apresentações. Reconhecido por criativas histórias de terror, e suas respectivas adaptações cinematográficas, ele é um dos autores mais vendidos (e lidos) de todos os tempos.

Seu livro mais recente, Com sangue, é composto por quatro novelas, onde King ainda apresenta boas ideias. Só que, apesar de boas, o desenvolvimento dessas ideias não é tão satisfatório assim. Vamos analisar esse livro mais detalhadamente?

Com sangue é um bom livro?

Eu não diria que é um livro ruim, mas também não é bom. Como a obra possui quatro histórias, é interessante falar sobre cada uma em particular.

O telefone do sr. Harrigan

Contatar o além é uma das premissas do terror mais manjadas. King é um inegável fanboy da Apple, e aqui o elemento de contato com os mortos é um iPhone. Sim, o diferencial é apenas esse detalhe tecnológico.

O enredo se desenvolve como uma história de um adolescente comum. Ele faz amizade com um idoso, o tal sr. Harrigan. Trata-se de um ricaço do mundo da bolsa de valores.

Certo dia o jovem dá um iPhone de presente ao sr. Harrigan, que desconhece tal aparelho e diz odiar celulares. Estranho, principalmente para alguém do mundo dos investimentos. Deixamos essa passar, vai ver ele é muito antiquado mesmo.

Quem conhece o anime/mangá Death note vai encontrar semelhanças. A diferença é um celular ao invés de um caderno. Por fim, não é um conto que amedronta, sendo muito fraco perto daquilo que o autor já produziu.

A vida de Chuck

O título já diz tudo! Mas Stephen King fez algo diferente: o conto, que é dividido em três partes, é narrado do fim para o começo. Isso mesmo, meio que de trás para frente.

No começo até parece algo escrito por Philip K. Dick, sobre uma realidade que não parece ser tão real assim. Contudo, as coisas ficam mais pés no chão. Cada parte do conto narra a respeito de uma fase da vida de Chuck.

Há bons momentos aqui e o autor mostrou grande criatividade. Todavia, o início do conto promete algo que não é entregue. Frustra um pouco, mesmo sendo uma história bacaninha.

Com sangue

Conto que dá título ao livro (não diga!). Quem ainda não leu a trilogia Bill Hodges e o livro Outsider (que são interligados) encontrará spoilers pesados por aqui.

A investigadora Holly Gibney terá uma grande surpresa ao assistir a um noticiário na TV: um caso do passado, que parecia resolvido, volta a assombrá-la.

Essa é a melhor história do livro, e também a mais longa. O leitor encontrará boas doses de suspense e elementos sobrenaturais (é King, né), assim como um bom vilão. O final abre uma brecha para uma possível sequência de Outsider. Se não fossem os spoilers, não haveria nenhum problema nessa novela.

Rato

Um autor com bloqueio criativo decide passar alguns meses em uma cabana localizada no meio do nada. Ótima ideia a dele, não? Nada como uma boa dose de perigo para libertar a criatividade!

Enfim, dentre as quatro, é a história mais fraca. O protagonista não tem graça, o enredo é chato e pouca coisa acontece. O rato do título só dá as caras lá pelo final e destoa completamente daquilo que o conto vinha entregando.

King tem essa mania mesmo, ele gosta de colocar um elemento sobrenatural “do nada”, quebrando o clima. Ele pode escrever bons livros sem isso, só que o autor parece não pensar assim. Afinal, seus livros continuam vendendo horrores (em quantidade e também por serem histórias de horror!).

Sobre a edição

Padrão comum: brochura, capa com orelhas, miolo em papel Pólen Soft. Eu prefiro a diagramação da antiga era, quando a editora ainda se chamava Suma de Letras. A fonte era mais confortável. Porém, isso é frescura minha. Não que agora seja ruim, eu só prefiro como era antes.

Quem traduziu a obra foi Regiane Winarski, que já vem traduzindo o autor há algum tempo. Ela tem grande experiência e mandou bem, mais uma vez.

Com sangue: bom ou ruim? O veredito

Quantos livros de Stephen King você já leu? Nenhum? Cinco? Olha, então eu recomendo que você leia um outro livro. O mestre já escreveu muitos, por isso há opções bem melhores.

Se você já leu dezenas e é um grande fã, então Com sangue poderia ser uma recomendação. Pois é isto, uma obra que não impressiona e que demonstra que o autor está se tornando repetitivo, principalmente em sua maneira de escrever.

A única história que salva é um grande spoiler, e tem gente que não quer saber deles. Existem muitos livros melhores por aí, inclusive do próprio Stephen King. Com sangue não vai fazer muita falta em sua lista de leituras.

Nota (de 0 a 5): 3

Livro Com Sangue, Stephen King. Editora Suma, 2020
Uma bela capa! Pena que a parte do rato fica melhor na capa mesmo…

Ficha técnica

Time de leitores Grupo Companhia das Letras 2020

Título: Com sangue
Autor: Stephen King
Tradução: Regiane Winarski
Editora: Suma
Ano: 2020
Páginas: 400
ISBN-10: 8556510973
Encontre esse livro na Amazon: https://amzn.to/2J8PuXV

Você já conhecia esse livro? Você é fã de Stephen King? Responda aí nos comentários. E se gostou dessa resenha, não esqueça de compartilhá-la com seus amigos, e também deixe seu like!

Obrigado pela visita. Até a próxima!


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Autor: Alan Martins

Graduado em Psicologia. Amante da Literatura, resenhista e poeta (quando bate a inspiração). Autor e criador do Blog Anatomia da Palavra. Não sou crítico literário, porém meu pensamento é extremamente crítico. Agora, graduando em Letras.

2 pensamentos

  1. Li os dois primeiros contos e procurando algo na net encontrei essas resenhas. Li as resenhas sobre os dois primeiros contos apenas (afinal quem gosta de spoilers?) até agora e da pra notar sua falta de interpretação, ou a total incompreensão, principalmente no conto de Chuck. É lendo uma resenha dessa que compreendo totalmente a dificuldade da maioria das pessoas acharem que a vida é um gigantesco mistério e não perceberem os olhos de Deus. Releia-os, não apenas com os olhos! Abraço

    Curtir

    1. Olá, tudo bem?
      Poxa, que pena que minha resenha não lhe agradou. Mas a vida é isso, não é mesmo? Impossível agradar a todos. Temos opiniões diferentes. Se você gostou dos contos, tudo bem. Eu não gostei, achei uma leitura cansativa, e não mudaria minha opinião, mesmo se eu encontrasse uma interpretação extraordinária por trás das histórias, o que não é o caso.
      Já adianto que não gostei do livro de maneira geral, então você não vai curtir o restante da resenha também.
      Mesmo assim, obrigado por sua visita.
      Abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s