Janeiro parou

Placa de pare stop sign
Imagem: PxHere, Licença (CC0 1.0).

Se você acompanha o blog, com certeza notou que não postei quase nada em janeiro. Por isso, peço desculpas, realmente deixei a desejar. Mas, há uma explicação para isso: estive muito ocupado, com trabalho, mudanças e outras coisas importantes. Os motivos da falta de tempo são bons, não posso reclamar. Ademais, estou me adaptando a uma nova rotina.

Pretendo voltar à normalidade em fevereiro, continuar postando com frequência, trazendo aquele conteúdo que você gosta de ler. E haverá novidades em fevereiro! Fui contatado pelo Jesus Machanoscki, da Panda Books. Essa editora está investindo em clássicos, apresentando edições cheias de conteúdos informativos, que deixam a leitura muito mais didática. Ele disse que me enviaria um livro de minha escolha, para que eu resenhasse. Gostei desses clássicos que a Panda Books tem em catálogo e escolhi uma grande obra nacional, que é ‘Memórias póstumas de Brás Cubas’, do bruxo Machado de Assis. Em breve apresentarei esse livrão por aqui.

Como o mês de janeiro foi bem parado, não consegui ler muito e postei apenas uma única resenha. Se você já leu essa resenha, já sabe quem será o primeiro e último colocado do ranking do mês; o ranking mais fraco de todos os tempos (estou rindo, mas é de frustração)!


O Livro de Ouro da Mitologia Capa1° O livro de ouro da mitologia – Thomas Bulfinch (Agir, 2014): O título desse livro deixa bem claro qual o assunto nele tratado. Um livro escrito no século XIX pelo grande latinista (que palavra feia) Thomas Bulfinch. Ele compilou inúmeros mitos gregos, romanos, nórdicos, egípcios e orientais em uma obra que funciona muito bem como uma introdução ao tema. Sim, com isso quero dizer que o livro não é muito profundo, sem grandes detalhes. Bulfinch fala sobre muita coisa, porém de maneira rasa, bem rápido e simples. É uma leitura interessante para conhecer um pouco sobre diversas mitologias (com uma maior ênfase na mitologia greco-romana), o que fará com que você não fique “boiando” quando alguém falar sobre esse assunto, mas é uma leitura que não o torará um especialista, não se iluda em mitos. Como o autor estudava latim, os nomes dos deuses gregos estão em seus equivalentes romanos, o que pode desagradar alguns. A edição é bem simples e até frágil, com uma boa tradução, que precisa ser revisada, pois as notas de rodapé estão desatualizadas e a grafia não segue o novo Acordo Ortográfico. Caso você não saiba nada sobre mitologia e deseja estudar um pouco, esse livro é uma boa introdução. Apenas isso. Leia minha resenha AQUI.

Esse foi o meu mês de janeiro. Me conte um pouco a respeito do seu inicio de ano. Como 2019 começou? Bem, ou não? Diga aí!

Obrigado pela visita.

Alan Martins


Parceiro
Livros mais vendidos Amazon
Clique e encontre diversos livros em promoção!

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Anúncios

Autor: Alan Martins

Graduado em Psicologia. Amante da Literatura, resenhista e poeta (quando bate a inspiração). Autor e criador do Blog Anatomia da Palavra. Não sou crítico literário, porém meu pensamento é extremamente crítico.

15 pensamentos

  1. Olá Alan,

    Acompanho seu blog e gosto muito de ler as suas resenhas, mas confesso que nem sempre posso acompanhar com a frequência que gostava, por isso apreciei a sua pausa de janeiro. A verdade é que sempre existe falta de tempo para dedicar-me à boa leitura que chega à minha caixa de mensagems todos os dias. Custa a acreditar, mas há outras coisas para fazer todos os dias além de estar sentado ao computador portátil a ler os blogs que goste, especialmente o seu, e os de P. R. Cunha, Devir de Rejane Leopoldino, Sem spoilers, por favor de Brunno Vittorazze.

    Sou luso-canadiano e vivo no Canadá desde criança, mas sinto-me feliz de acompanhar tanto talento de qualidade que vem do Brasil à minha porta virtual!

    Boa sorte com a escrita dos seus novos posts para 2019!

    Emanuel

    Curtido por 2 pessoas

    1. Muito obrigado! O tempo nem sempre está disponível para postar e ler os posts de colegas, mas a gente tenta, e ler um comentário como o seu dá um empurrão a mais para continuar postando e levando o blog adiante. Tenho certeza que o pessoal dos blogs que você citou também ficará muito feliz com suas palavras.
      Grande abraço! Um ótimo 2019.

      Curtir

  2. Janeiro foi um mês insano-quente-longo e alguns de nós viveu vários anos em apenas um mês. Uma amiga fez até um post ironizando o mês ‘dicas de roupas para usar na virada de janeiro para fevereiro’.
    Enfim, que venha fevereiro e que seja um mês inteiro, mas menos tenso e que lhe seja gentil.
    abraços

    Curtido por 1 pessoa

    1. Com o calor que está, a dica de roupas para usar seria “nenhuma”!
      Esse mês de janeiro foi agitado, o ano começou mesmo com tudo.
      Vamos ver se o ritmo vai se manter ao longo do ano.
      Grande abraço. Que os próximos meses sejam propícios para nós.

      Curtir

    1. Concordo, não vale a pena se cobrar muito, tentar fazer o impossível. Isso só trará prejuízos. É importante encontrar o próprio ritmo e o equilíbrio, só dessa forma a qualidade fará parte do trabalho.
      Obrigado pelas palavras.
      Abraço, uma ótima semana.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s